08 março 2015

Filmes da minha adolescência



Olá. Parece que eu não consegui me desligar da minha adolescência ainda. Vou fazer 20 anos e já me sinto mais velha por causa das responsabilidades, mas jovem para ter todas elas. Coisa comum de todo jovem, essa transição de vida. 

Enfim, uma das coisas que eu mais gostava de fazer e ainda gosto é assistir filmes, caraterística que sinto que nunca vai mudar. Por isso, trouxe a lista de alguns dos filmes que eu assistia sempre, por mais bobos que sejam.

Ela é o cara
De 2006, da época em que Amanda Bynes fazia todos os filmes adolescentes do momento e do momento em que ela ainda viva em sã consciência. Adorava o filme, porque envolvia uma das coisas que eu sempre gostei: futebol, e pelo fato de retratar uma garota de um jeito não tão feminino, que também era eu.

As branquelas
Uma palavra: Clássico! Todos já assistiram esse filme e se perguntam o por quê de não ter tido uma continuação. Mas convenhamos, prefiro mesmo que não tenha, corre-se o risco de não superar o primeiro.

De repente 30
Toda garota de 13 anos queria viver em mansões, ter o emprego mais desejado e os caras mais lindos por perto, daí percebe que com o passar dos anos as coisas não são fáceis e os sonhos vão se tornando mais realizáveis, menos surreais. É o que De Repente 30 nos mostrou.

Garota mimada
A razão para eu assistir este filme é pelo fato do Alex Pttyfer estar no elenco. Uma das minhas paixões de infância, desde o filme "Alex Rider, Contra O Tempo". O filme realmente acabou sendo bom o suficiente pra entrar nesta lista, por causa da história que não é tão ruim assim. O fato do filme fazer uma referência à Orgulho e Preconceito da Jane Austen melhorou o meu conceito sobre ele.

Definitivamente preciso amadurecer.