15 novembro 2014

Os jogos que marcaram minha infância



Olá leitores. Sempre fui dessas que passava horas jogando e até perdia a noção do tempo. Na realidade posso dizer que já fui literalmente viciada em computador, jogos e tudo o que não era comum para as outras pessoas da minha idade que viviam perto de mim. Por isso, listei os melhores jogos da minha infância e que por incrível que pareça eu jogue até hoje. 


Harvest Moon
Aquele jogo japonês do garoto que recebe a herança de seu avô: Meu Deus do céu. Joguei muito! Eu já fui viciada neste jogo a ponto de ficar praticamente as férias inteira apenas jogando Harvest Moon. Ordenhar as vacas, levar o cachorro pra todo lado, casar o personagem, ter filhos, cuidar dos animais perdidos e melhor, viver as 4 estações do ano de um jeito tão roceiro. Eu literalmente amo este jogo!

GTA 2
G.T.A Two! Essa fala no final daquela vinheta era demais. Busted e Job Complet também eram constantes. Eu amava jogar aquela plataforma e matar todos aqueles homens pequenos. Aquele mundo visto de cima. A melhor parte era encontrar o tanque de guerra e destruir a cidade inteira e só se render quando já tiver cansado de matar.Era sensacional! Não façam isso na vida real.

Need For Speed
Com esse jogo eu achei que tirar minha CNH seria a coisa mais fácil do mundo. Decepção. A vida é mesmo melhor nos jogos e na imaginação. Eu me lembro de ficar horas e horas jogando NFS. O melhor de tudo foi descobrir o nome de tantas marcas de carros e ver os modelos. Ah! E ainda tinha a música Song 2 da banda Blur na abertura do jogo, foda.

Road Rash
Yeah! Não bastasse NFS, sem dúvidas eu gostava de correr. Era um jogo melhor que o outro, cheguei a conclusão. Eu fazia as curvas na cadeira de tanto desespero e vontade de ganhar. Em todo caso, meu histórico é de vitórias e vitórias. hahah
Essa imagem não é uma incitação ao crime! Já que tudo nesse mundo hoje em dia é crítica fatal.

Fifa 98
Outro vício. Acho que eu era muito viciada mesmo. Eu joguei muitas e muitas partidas pelo Fifa 98, descobri o nome de vários jogadores, passei a entender futebol e hoje sou isso, apaixonada por futebol. Esse jogo contribuiu muito pra isso. Tinha aqueles comentários impossíveis de compreender e as faltas com setas vermelhas pra você não errar, mas era ótimo. E o placar da imagem, atualmente só na imagem mesmo.

Sonic - The HedgeHog
Sem dúvidas Sonic fez parte da minha infância. Eram outras horas de jogos. Alcançar todos aqueles anéis, matar com pulos todas aquelas joaninhas gigantes e tinha o poderoso chefão no final de cada fase. Não gostei da continuação do jogo, então limitei o meu tempo a esta única versão. Na verdade não entendi o que foram fazendo com o Sonic, mas ok.

California Games
Eram tantas divertidas fases que não dava pra sair de perto enquanto não passar por todas. A pior era a do skate porque eu não conseguia fazer as manobras. Mas do skate ao surf, fiz tudo o que deveria ser feito no jogo. Este jogo me lembra ainda a música da banda Orange, California, é, aquela música da abertura de The O.C.

Super Mario World
Na boa, quem nunca jogou algum jogo do Mario? É impossível. Nenhum ser deste planeta que jogue jogos não pode ter passado por um fase viciante no mundo do Mario. Esse jogo foi um dos mais importantes da Super Nintendo, impossível mesmo nunca ter jogado e gostado.

Sailor Moon
Sailor moon e as outras garotas planetas eram demais. Como não amá-las? Aqueles cabelos gigantes e aqueles monstros feios desproporcionais às delicadezas das mocinhas lutadoras. 

The Sims 2
Ok. Sou daquelas que tinha a vida social badalada no jogo, mas que por isso, lógico, não levantava nem da cadeira. Sempre fui disso, ser presa a jogos e outras coisas e não sair de casa. Ao menos no jogo eu casei, tenho um cachorro e uma mansão com os melhores móveis possíveis, e ah! nem trabalho, porque só uso os códigos pra ganhar moedas. Até hoje, sem dúvidas.

A Super Nintendo mudou minha vida. É, os jogos mudaram minha vida.