19 julho 2014

Músicas que fizeram parte da minha pré-adolescência



Olá!
Resolvi relembrar quais foram as músicas que eu passava horas ouvindo ou que no máximo eu tenha ouvido com maior frequência do que outras. Na verdade, todo mundo tem uma playlist adolescente por assim dizer e considero que a minha foi excelente, pois é por causa dela que hoje sou o que sou. Digo com orgulho porque amo o estilo musical que tenho, por mais que tenha passado por tantas variações e que eu ouça músicas melancólicas ou radicalmente agitadas, tudo caminhou para o que sou hoje.

1º RBD
Quando a era Rebelde começou eu fiquei fissurada. Por incrível que pareça eu consegui completar 2 álbuns de figurinhas referente às 2 temporadas da novela, algo inacreditável, pois eu nunca, até então tinha paciência com álbuns. O mais divertido é que meu pai comprou todos os CD's deles pra mim e minha mãe não se importava de me ver trancada no quarto ouvindo histericamente as músicas. Bons tempos. Dentre as minhas favoritas estão "Solo Quedate En Siléncio" e  "Trás De Mi", vídeos abaixo respectivamente.




2º Jonas Brothers
Na escola eu era conhecida como Sra. Jonas. Qualquer coisa que terminasse ou iniciasse com Jonas chamava minha atenção. Ficou tão grave que até hoje não consigo pronunciar o nome "Jonas" como o português brasileiro, mas apenas no inglês. Minha eterna paixão pelo Joe permanecerá até meu último dia de vida, sem drama. Dentre minhas músicas favoritas estão "Burnin' Up", "Fly With Me" e "Can't Have You". Vídeos abaixo.








3º This Is Me, Demi Lovato feat Joe Jonas

4º Song 2, Blur

5º Party In The U.S.A., Miley Cyrus
A diferença é que a Miley era linda e eu era um desastre.

6º You Belong With Me, Taylor Swift

7º Beatiful, Eminem

Todas estas músicas acima citadas fizeram parte da minha pré-adolescência, porque quando eu tinha meus 15/16 anos já ouvia um outro estilo. Na verdade eu era muito chegada do estilo Disney. Com 16 anos eu gostava de músicas parecidas e cheguei a ouvir Scarlett Johansson e foi quando eu comecei a gostar da Birdy, por exemplo.

Ao menos eu não ouvia Kelly Key.