24 setembro 2013

Conheça: Jane Austen




A incrível autora Jane Austen, pra quem não conhece, escreveu vários clássicos no século XVII e que até hoje são aceitáveis na sociedade, um exemplo de sua literatura é "Orgulho e Preconceito", que já é de conhecimento de vocês que é um dos livros que eu mais amo nessa vida.

Jane Austen nasceu em 1775, sendo a sétima filha de um reverendo de  HampshireInglaterra. A vida e o meio em que Jane vivia contribuíram significativamente para a criação e desenvolvimento de suas obras. No século XVII, que foi a época de vida de Jane, as mães se preocupavam em arranjar maridos para suas filhas, eram os famosos casamentos arranjados. As filhas primogênitas, inclusive, se viam  na "responsabilidade", se assim podemos dizer, de casar primeiro. Por esse e outros fatores é que o romantismo de Jane Austen é considerado conservador. O romance de Austen constitui uma unidade racional de histórias e sucessos entrelaçados para criar um argumento comum e lógico.

Conheça as principais obras literárias de Jane:

1-  Razão e Sensibilidade (1811)
2 - Orgulho e Preconceito (1813) [Minha paixão.]
3- Emma (1815)
4- Persuasão (Criado em 1816, mas publicado após sua morte em 1818, já que Jane morreu em 1817)


Inspirado na obra Orgulho e Preconceito houve a adaptação deste livro ao filme. Entenda a sinopse do filme: As cinco irmãs Bennet - Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) - foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.

Tanto o livro e o filme são apaixonantes e inclusive, o livro faz justiça ao filme, já que aproximou-se bem da literatura de Jane Austen.

Enfim, apaixonem-se pela Jane tanto quanto eu a amo. 
Sinopse: AdoroCinema.